Textos, Artigos e Analises
Home  |  Literatura  |  História  |  ebooks grátis  |  Testes Vocacionais Intercâmbio Cultural  |  Eshopping  |  Email   
As Origens da Língua Portuguesa
Anônimo*

A língua portuguesa é uma língua neolatina, formada da mistura de muito latim vulgar e mais a influência árabe e das tribos que viviam na região.

Sua origem está altamente conectada a outra língua (o galego), mas,
o português é uma língua própria e independente.
Apesar da influência dos tempos tê-la alterado, adicionando vocábulos franceses, ingleses, espanhóis, ela ainda tem sua identidade única, sem a força que tinha no seu ápice, quando era quase tão difundida como agora é o inglês.

No oeste da Península Ibérica, na Europa Ocidental, encontram-se Portugal e Espanha.
Ambos eram domínio do Império Romano a mais de 2000 anos, e estes conquistadores falavam latim, uma língua que eles impuseram aos conquistados. Mas não o latim culto usado pelas pessoas cultas de Roma e escrito pelos poetas e magistrados, mas o popular latim vulgar, falado pela população em geral.
Isto aconteceu porque a população local entrou em contato com soldados e outras pessoas
incultas, não magistrados.

Logicamente não podemos simplesmente desprezar a influência lingüística dos conquistados.
Estes dialetos falados na península e em outros lugares foram regionalizando a língua.
Também devemos considerar a influência árabe, que inseriu muitas termos nestes romanços
até a Reconquista.
Este processo formou vários dialetos, denominados cada um deles genericamente de romanço (do latim romanice, "falar à maneira dos romanos").
Quando o Império Romano caiu no século V este processo se intensificou e vários dialetos foram
se formando. No caso específico da península, foram línguas como o catalão, o castelhano e o galego-português (falado na faixa ocidental da península).

Foi este último que gerou o português e o galego (mais tarde uma língua falada apenas na região
de Galiza, na Espanha). O galego-português existiu apenas durante os séculos XII, XIII e XIV,
na época da Reconquista. Após esse periodo foi asparecendo, cada vez mais, diferenças entre o
galego e o português. Este último era falado no sul da faixa ocidental da província, na região de Lisboa.

Esta língua consolidou-se com o tempo e a expansão do Império Português.

Do século XII ao século XVI falava-se uma forma arcaica de português, ainda com a influência do galego (o português arcaico propriamente apenas desde o século XIV).

Foi com essa linguagem que escreveram os trovadores naquela
época, enriquecendo a paupérrima (5.000 vocábulos no século XII) língua portuguesa. Esta fase da Língua Portuguesa acaba com a nomeação de fernão Lopes
como cronista mor da Torre do Tombo em 1434.

Mas apenas a partir do século XVI, com a intensa produção literária renascentista de Portugal, especialmente a de Camões, o português uniformiza-se e adquiri as características
atuais da língua.

Em 1536 Fernão de Oliveira publicou a primeira Gramática da Linguagem Portuguesa,
consolidando-a definitivamente.


LEIA TAMBÉM...

Letramento: onde, como e por que foi criado este termo?

Letramento versus Alfabetização

Professor e educador vivem em mundos diferentes?



Leitura Recomendada - Click no Titulo

ALÉM DA ALFABETIZAÇÃO

Ana Teberosky - Ática

A PRODUÇÃO DA LEITURA NA ESCOLA

Ezequiel Theodoro da Silva - Ática

GUIA TEÓRICO DO ALFABETIZADOR

Miriam Lemle - Ática

LINGUAGEM E ESCOLA

Magda Soares - Ática

O BRASIL NA PONTA DA LINGUA

Pasquale Cipro Neto - Ática

VISITE NOSSO ACERVO
DE LIVROS NOVOS E USADOS






Procure na BUSCA pelo
autor ou pelo título.
Se tiver dúvida insira apenas
parte do título ou autor
 
Use palavras-chave para
achar o que procura.
ou click em
Busca Avançada

Fique atento ao valor do frete. Adquira mais livros.
Até 1 kilo, o preço do frete
tem o mesmo valor
Enviado por e-mail em 22/01/2005
Conhecendo o autor, favor enviar dados.
waiver wire week 6